São João dos Matadores (junerleiluisdiasmoraessaletti)

Não me sinto culpado, Deus mata mais que eu
não tenho inveja, nem espero o paraíso
“o que vem como metade traz no início a marca do fim”
meu nome…….. não é Caim
descendo da maldição dos Átridas,
de Tântalo pai e assassino de Pélope
sou neto de Atreu que matou os sobrinhos
e serviu ao irmão Tiestes
sou filho de Agamenon pai e assassino de Ifigenia
morto pela mulher, minha mãe Clitemnestra
Matricídio não, ao matar minha mãe fiz justiça
sobrinho do fratricida Tiestes
meu nome…………….é Orestes
maior que Nero, Julio Cesar e Calígula
maior que Claudius, Hamlet ou Macbeth
trago o horror “que nem olhos ou palavras podem descrever”
transei com minha mãe, matei meu pai
derrotei a Esfíngie, tenho olhos vazados
ainda sim vejo melhor que Tiresias – advinho cego
conheço dor e angústia, sou o Pés Inchados
Eu… sou …ÉDIPO Tirano e Rei
sem rima, sem solução
basta ler meus quadros, ver minhas cartas
para Deus perdoar o homem
não, não foi suicídio, ato egoista de um ator só
que sofre e pratica a ação, a um só tempo sujeito e predicado
carrasco e vítima, quem me matou foi o mundo
não sou artista…….EU SOU A ARTE
meu nome……..é Vincent VAN GOGH
é…, matar é um ato cristão. Não, não sou ateu,
sou um nobre católico na Noite de São Bartolomeu
nem os sinos de l`‘Église de Saint Germain de l’Auxerrois 
vão eclipsar vossos gritos protestantes 
“todos os assassinos vão para o céu
desde que matem em larga escala
e ao som das trombetas”, triste verdade
“longa é a arte, breve é a vida”
viver é prosa, matar é poesia
poeta, gênio precoce,
filho da puta, traficante de armas
meu nome……… é Arthur Rimbaud
sou Vlad Dracul – o empalador, Ivan o Terrível;
Corisco; Lampião; não eu sou é a inveja, Iago, tenente Rufino
sou Judas, Antonio das Mortes, Luz Vermelha
eu vivo no Ragnar Rök, sou o Lobo Fenrir
Anito, Lícon e Meleto,
sou juíz… julguei Sócrates
sou a cicuta e o cianureto
sou São Tiago – o Mata mouros, cruzado medieval
medievo cristão europeu no terceiro mundo
inquisidor, nazista, facista, ditador militar
WASP estadunidense, yankee, assassino
cuidado puta qu’eu te pego
uso, abuso, descarto como talão de cheque
vencido
despetalo como uma flor
meu nome………é JACK
ESTRIPADOR.o título é uma pálida homenagem à Santa Joana dos matadouros do Bertolt Brecht

POSTADO POR ÀS 19:35
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s